ASAE usa tabela de prémios por objectivos dos Khmer vermelhos e regime estalinista.


A ASAE, à imagem do regime de Stalin, que estabeleceu antecipadamente a perseguição/extinção de dois terços dos quadros do Partido Comunista, distribui a cada direcção regional objectivos quantificados que cada inspector terá que concretizar anualmente: detectar 124 infracções, levantar 61 processos de contra-ordenação, abrir oito processos-crime, fechar ou suspender o funcionamento de, pelo menos, seis estabelecimentos e fazer, no mínimo, duas detenções. Face a esta pressão para apresentar resultados, alguns inspectores estão a usar algumas torturas célebres do tempo da Inquisição, como o pêndulo, a Mesa de Evisceração e a Cadeira de Inquisição, em que o empresário da restauração é colocado nu e sentado numa cadeira com assento de ferro que vai aquecendo até confessar que frita batatas com óleo de girassol ucraniano, que tem ratos na cozinha, usa colheres de pau e autoriza o fumo no seu estabelecimento, mesmo não tendo extractor.
Pin It

3 comentários: