Vidas do Arco da Velha: Jorge Gabriel.


Jorge Gabriel nasceu a 29 de Maio de 1968. Logo no parto, o pequeno Jorge mostrou que estava talhado para o grande ecrã e os grandes concursos, uma vez que apenas saiu do útero da mãe depois de ela responder correctamente a uma de três perguntas. Desde pequeno que Jorge mostrou que tinha um grande coração e uma grande vontade de dar. Ainda antes dos 10 anos, já organizava concursos com os amigos, tendo dado prémios como automóveis, casas e electrodomésticos. Tal talento, valeu-lhe uma valente coça do pai, que tinha acabado de perder tudo o que tinha construído ao longo de uma vida. A sua carreira no mundo do entretenimento começou aos 16 anos, na rádio, aparecendo num programa da manhã dedicado aos jovens e apresentado por Raul Durão. Se acharem que esta última frase tem alguma coisa de errado, uma coisa vos posso garantir: não é uma gralha. Hoje em dia, de todas as pancadas que afirma ter, uma das maiores é a necessidade de ter um limoeiro plantado em todas as suas habitações. Durante muito tempo se estranhou este hábito e várias vezes os convidados das suas casas procuraram nas gavetas colheres queimadas por baixo, mas sem sucesso. Assim, não se conhecem a Jorge Gabriel problemas relacionados com o mundo da droga. No entanto, foi apresentador da Roda dos Milhões. Se por um lado, já é bastante negativo aparecer na Televisão à segunda-feira à noite a falar ao telefone em directo com donas de casa, o pior acontecia nos momentos de entretenimento do programa, onde normalmente era possível observar artistas como os Excesso, D’Arrasar ou o Padre Borga. Atinge a fama com o programa Agora ou Nunca, onde a troco de tostões, consegue pôr vários portugueses a fazerem figuras de ursos na Televisão. Esta ideia foi mais tarde aproveitada pela TVI, criando um novo formato, o Big Brother. Surge então a oportunidade de apresentar o Praça da Alegria. Pontos negativos: ter de falar todos os dias com velhos, com presidentes de Juntas de Freguesia e com o Guilherme Leite. Pontos positivos: estar todos os dias ao lado da boazona da Sónia Araújo. Na hora de decidir, a balança pendeu para o lado da razão. É já com Quem Quer Ser Milionário, que Jorge Gabriel atinge a maioridade como apresentador, dando a ideia que sabe todas as perguntas que ali são colocadas. Puro engano: as respostas correctas aparecem-lhe naquele ecrãzinho que tem à frente, e até dizem as más-línguas que ele no Trivial, nem é grande espingarda. Na ficção, fez um único trabalho, surgindo na série da SIC “Uma Aventura”. Tendo em conta o desempenho dele na mesma, e a sua qualidade como actor, pode-se dizer que o título da série espelha bem o que foi a sua participação. No mundo do futebol, foi comentador do programa Trio de Ataque, do qual se retirou por não ser uma posição compatível com os interesses de treinador. De facto, esta foi uma atitude digna, pois ninguém poderá dizer ao certo que benefícios teria retirado o Arouca de tão grandiosa dualidade de critérios em relação ao Fafe e ao Rebordosa. De resto, foi considerado um dos piores comentadores do programa. Só não foi o pior, porque também por lá passaram o Sérgio Godinho e aquele gajo dos Blind Zero.
Pin It

1 comentários: