Fruta da época.

Correm boatos de que ali para os lados da mítica EN125, uma espécie de Route 66 portuguesa embora talvez com maior incidência da língua inglesa nas áreas de serviço, a comercialização da fruta da época não está fácil daí que se recorra cada vez mais a arrojadas tácticas de marketing para promover, por exemplo, o melão, uma fruta nitidamente em crise desde que os espanhóis decidiram invadir o nosso mercado. Creio até que, desde que o jogador Calado tomou posição pública, ao manifestar a sua preferência pelo Melão português, que o sector está em declínio.
Nesta foto chamo a atenção para o cunho tradicional que é dado ao ponto de venda: a balança clássica com a panóplia de pesos, as frutas harmoniosamente dispostas sobre um belo ladrilhado, a cadeirinha a dar uma perspectiva mais intimista e familiar e a componente natureza traduzida na presença do verde lá atrás.

Aqui num plano mais alargado, podemos ver que realmente a fruta apresenta um bom aspecto, sobretudo a melancia. Lá atrás, temos uma perspectiva mais completa do verde (componente natureza). Contudo, a maior surpresa é perceber que o comerciante possui também a típica "Merenda tuga" na parte traseira do camião.

Finalmente, e porque de vender é que se está aqui a falar, nada melhor que uma cena que quase parece uma expressão de romantismo, na qual o comerciante discute o preço da fruta com o cliente. Chamo a atenção para o ar sério e profissional que o comerciante consegue empregar no seu acto laboral.


Já agora pode curtir este som...


Pin It

1 comentários: