Burning down the house.

Image and video hosting by TinyPic

Uma lição vinda da Argentina.


Numa altura em que, em todo o mundo, os poderes públicos procuram condicionar os comportamentos privados (por enquanto a norma tem sido a proibição ou a criação de obrigações – um dia destes chegaremos à crimininalização) é notável este acordão do Supremo Tribunal Argentino (meus destaques):

O Supremo Tribunal da Argentina despenalizou o consumo de marijuana para uso próprio, isto depois da condenação de cinco jovens por terem com eles pequenas quantidades desta droga.

Segundo este tribunal, é inconstitucional punir alguém por consumir drogas, uma vez que as acções privadas do homem que não violem a ordem e a moral pública e não prejudiquem terceiros são acções que não recaem sobre a autoridades dos magistrados.

O acórdão deste tribunal defende que cada adulto é livre de ter o estilo de vida que quiser sem interferência do Estado e que é necessário proteger a vida privada dos adultos e a capacidade de cada um para decidir a sua conduta.

Stone Roses - Primeiro LP lançado há 20 anos.

Vermelhices


Só espero que, caso os resultados desportivos voltem a estar ao nível já habitual, os contribuintes não venham a ser forçados – directa ou indirectamente – a financiar também a salvação do Benfica…

Benfica hipoteca receitas de 10 anos para pagar jogadores

O contrato assinado com a Sagres no dia 21 de Julho, no valor de 40 milhões de euros e válido por 10 anos, é a principal garantia prevista no plano de endividamento junto da banca. Segundo as fontes contactadas pelo i, o clube presidido por Luís Filipe Vieira estará, neste momento, a ultimar detalhes de um financiamento junto do BES, tendo dado como garantia do empréstimo as receitas do acordo celebrado com a Centralcer, dona da marca de cerveja Sagres.

Até 2021, os encarnados receberão da cervejeira 40 milhões de euros. Caso o Benfica falhe o pagamento dos empréstimos que entretanto vierem a ser contraídos, este dinheiro seguirá directo para o banco, para abater o passivo.

“Salvaguardámos o futuro do Benfica”, disse Vieira, quando assinou com a Sagres. Talvez não o quisesse dizer mas salvação também passa pela conquista de resultados desportivos e foi por isso que jogou tudo no fortalecimento da equipa colocada à disposição de Jesus. “Temos serenidade para investir no core business e ganhar não um mas dois ou três campeonatos seguidos”, garantiu.

Risco: estratégia de Luís Filipe Vieira joga-se dentro do campo

Qual é o principal negócio da Benfica, SAD? O futebol. A viabilidade da sociedade desportiva só é assegurada com resultados desportivos e, por esse ponto de vista, o investimento de 24 milhões de euros em reforços – como escreveu o i, garantido através do contrato de 40 milhões assinado com a Sagres para os próximos 12 anos – justifica-se. E se a bola não entrar? E se o Benfica não for campeão e não garantir o acesso à Liga dos Campeões? Aí tudo fica em causa: o passivo (agravado no imediato), a receita futura (comprometida) e a decisão política da administração (Luís Filipe Vieira será o alvo por mais uma época falhada).

Apanhado pela 2ª vez a fazer sexo com o mesmo cavalo.

Um homem norte-americano chamado Rodell “Upa Upa” Vereen, de 50 anos, foi preso pela segunda vez depois de ter mantido relações sexuais com um cavalo.

O homem tinha entrado na quinta da sra. Barbara Kenley, na Carolina do Sul, Estados Unidos, e quando viu o Sugar, o cavalinho fofinho, saltou-lhe em cima e pimba.

Sugar andava demasiado contente e a dona desconfiou que algo se passava à noite no estábulo.

Colocou então uma mini-câmera secreta e filmou tudo.

Qual o seu espanto quando na gravação viu Rodell Vereen, dando uma "upa-upa" no cavalinho durante 1 hora e meia!!!!!

Chamou então a polícia e o senhor voltou a ser preso, depois de em 2007 ter sido acusado pelo mesmo crime!

O amor é tão lindo...

Eis a reportagem.